Archive for the ‘áreas marinhas protegidas’ category

As espécies mais perigosas do mar

maio 13, 2009

especies-perigosas-oceano-01

Encontrei no blog CHONGAS, que diz ser um blog sem credibilidade, mas atesto, é a pura mentira.

O lixo descontrolado é sim uma grande ameaça aos mares. E mais ainda, acabam sendo “engolidos” por outras espécies que acabam morrendo, e só por isso já podem ser considerados as criaturas mais perigosas dos mares.

Se as pessoas e nossos governantes considerassem e compreendessem a importância dos oceanos.

Além de ser importante para a locomoção, lazer, alimentação, ele também é o nosso principal amortecedor climático. Mas, me parece que só agora as pessoas estão se dando conta disso, principalmente os tomadores de decisão.

Desde da Expedição SALVAR O PLANETA É AGORA OU AGORA, é que o Greenpeace está pedindo a proteção dos oceanos como uma das formas de combater o aquecimento global. Sabe-se que os oceanos possuem a capacidade de absorver até 90% de todo o CO2, e aproximadamente 40% do CO2 emitido pelo homem. Será que isso ainda não é motivo para o tema fazer parte das COnferências INternacionais como a que será realizada em Copenhaguem?

Duvido.

Hoje, finalmente, li uma notícia que me deixou mais animada. Durante a Conferência Mundial dos Oceanos (WOC – sigla em inglês), cientistas e outros atores estão falando sobre o assunto e tentando incluir essa pauta nas próximas negociações. Vamos acompanhar?

Precisamos criar áreas marinhas protegidas para manter os oceanos limpos e saudáveis para que voltem a realizar seu papel natural como sumidouro de CO2.

Salvar o PLaneta: é agora ou agora!

Anúncios

Cientistas descobrem corais que vivem mais de 4.000 anos

março 24, 2009

corais-4000anos

Os resultados de cair o queixo estão relatados na edição desta semana da revista científica internacional “PNAS”. A equipe liderada por Brendan Roark, da Universidade Stanford, extraiu amostras de dois gêneros de coral, o Gerardia (que pode ser visto na foto acima) e o Leiopathes, que podem ser encontrados a profundidades que vão de 300 m a 500 m em águas havaianas. Esses invertebrados usam protuberâncias do solo marinho para se fixar e crescer.

Pois é, e ainda tem “gente” pensando em explorar petróleo no entorno do Banco dos Abrolhos – o maior banco de recifes de coral do Atlantico Sul.

É muita cara de pau, em tempos de aquecimento global, existir a intenção de explorar essa área pristina através do principal vetor da crise climática.

Por que salvar os oceanos é tão importante?

março 23, 2009

cores-azul

Sempre que participo de alguma atividade dos grupos de voluntários, como por exemplo a limpeza de praias feita quinzenalmente no Porto da Barra em Salvador, as pessoas me perguntam:

Por que salvar os oceanos é tão importante? E essa é a questão mais fácil de responder. É simplesmente por que os oceanos são responsáveis por absorver 90% de todo o CO2 presente hoje na atmosfera. Eles são os verdadeiros pulmão do planeta! Cobrem nada mais nada menos que 70% da superfície da Terra.

Hoje o Brasil tem apenas 0,4% de sua costa protegida sob alguma modalidade de unidade de conservação. Menor que a média mundial de 1%, insuficiente para a recuperação da biodiversidade e para a saúde dos oceanos.

A dificuldade em criar e implementar estas áreas protegidas decorre de conflitos de interesse com atividades industriais e exploratórias como a pesca, a exploração de reservas submarinas de combustíveis fósseis, fazendas de camarão e também da ocupação desordenada da costa.

Enfim, os oceanos têm se tornado o lixão do mundo.

Sem tempo e espaço para se recuperar, o principal regulador do clima do planeta, está abandonado, e se tornando cada dia mais ácido, afinal, os mares também estão ameaçados pelos impactos do aquecimento global.

Como parte das atividades do tour “SALVAR O PLANETA: É AGORA OU AGORA”, estivemos na região do Banco dos Abrolhos, o maior banco de recifes de coral do Atlântico Sul.

60web

Infelizmente, essa região encontra-se ameaçada pela exploração de gás e óleo. Fico pensando, como é que pode em um momento tão decisivo de crise climática, o governo ter a intenção de explorar gás e óleo, o principal vetor da crise climática, no entorno de uma reserva marinha, que além da sua importância para a biodiversidade, apresenta um banco de algas calcáreas que ajudam no combate ao aquecimento global.

Achei que essa triste realidade só ocorresse aqui no Brasil, mas foi pura ilusão. O mundo ainda não percebeu a importância de explorar adequadamente os recursos e os países em desenvolvimento continuam achando que seguir o modelo desenvolvimentista e exploratório é a solução para acabar com a crise econômica. Será que eles já ouviram falar da outra crise, a crise climática?

Desde o ano passado tenho acompanhado uma campanha feita pela equipe do Greenpeace Índia. Lá, o grupo TATA Motors, tem a intenção de construir um porto da cidade de Dhamra, bem em cima da área de reprodução de tartarugas oliva. Já seria um absurdo esse crescimento desordenado, mas mais absurdo ainda é que essa mesma empresa, está chegando ao Brasil com o carro NANO, que é super barato e pode invadir as ruas emitindo mais e mais CO2.

Acho que depois de ler essas notícias todas e ter a certeza que nossos oceanos estão completamente Á deriva, quando as pessoas vierem novamente me perguntar por que devem salvar os oceanos, eu vou mesmo responder com outra pergunta:

E você? O que têm feito para salvar os oceanos?

E se ainda você não tiver feito nada, aproveite para gastar 5 minutinhos do seu tempo para impedir que a TATA group destrua esse santuário marinho com a construção de um porto e mais ainda, aproveite para pedir ao presidente Lula que combata o aquecimento global na reunião da Dinamarca.

Afinal, salvar o planeta é agora ou agora!


LULA: ABRa os OLHOS

março 3, 2009

Lula: Abra os Olhos… Salve Abrolhos. Salve o Clima.

prb_0551aweb

Infelizmente esses últimos dias pouco tempo tive para postar aqui no blog sobre as novidades e atividades que estamos fazendo aqui em alto-mar.

O Greenpeace, como parte das atividades da expedição SALVAR O PLANETA É AGORA OU AGORA, passou por Abrolhos para documentar a importância da área para o combate a crise climática.

No entanto, esse paraíso encontra-se ameaçado pelo principal vetor do aquecimento global: a exploração de gás e óleo.

Acompanhe o blog do Greenpeace e veja como foram nossos dias em Abrolhos.

Regina visita pela primeira vez a praia

dezembro 6, 2008

 

Baleia Regina visita a praia

Baleia Regina visita a praia

Depois de ser encalhada no Planalto para exigir a criação do Santuário de Baleias do Atlântico Sul, passar por outras cidades para mostrar a importância da preservação dos nossos oceanos… Chegou avez da nossa querida Baleia Regina ir visitar a praia.

O local escolhido foi o litoral norte, na praia da Sununga/Ubatuba.

dsc03482

O Greenpeace, a Sala Verde de Ubatuba e a Secretaria do Meio Ambiente, com apoio das organizações ambientalistas locais, promoveu um debate com as principais lideranças locais para falar sobre a importância da criação de áreas marinhas protegidas.

A sala estava lotada e o debate pareceu bastante interessante e construtivo para as ações futuras. A mesa estava composta pelo Greenpeace, um representante do Governo do Estado Lucila Pinsard, um representante da Assoc. de Pescadora da Praia Grande Peter Nemeth e um representando do Coletivo Ambientalista de Ubatuba, Henrique da ASSU.

 

Evento ocorreu no Colégio Tancredo - Ubatuba

Evento ocorreu no Colégio Tancredo - Ubatuba

Estamos agora acompanhando quais serão os próximos passos para que o processo permaneça participativo e que as APAsp sejam implementadas com sucesso.

Falta ainda lembrar a necessidade emergencial de incluri na proposta áreas de proteção integral para a recuperação efetiva dos recursos já em alto nível de exploração.

Um super valeu para o time que realmente fez tudo isso acontecer…. Caito, Danilera, Daniel, Ju, equipe do CEMAR e Beto Francine da Associação Cunhabebe.

É isso aí, áreas marinhas protegidas já!

Governo de SP cria áreas de proteção ambiental

outubro 11, 2008
Embarcações doadas à policia ambiental

Embarcações doadas à polícia ambiental

Hoje foi a cerimônia de criação das àreas de proteção ambiental do litoral paulista. O evento realizado na cidade de Santos contou com a presença do Secretário do Meio Ambiente Xico Graziano e autoridades da marinha e polícia ambiental. O Dr. Paulo Nogueira Neto, antigo ambientalista também esteve presente no evento, e feliz, comemorou, que já participou de muitas criações de unidades de conservação.

Além da presença de organizações não-governamentais como o Instituto Laje Viva, que atua com mergulho e conservação na Laje de Santos, representado pelo Guilherma Kodja e também o site Brasil Mergulho, representado pelo Clécio Mayrink.

O secretário entregou as embarcações para a polícia ambiental e se comprometeu em acabar com a pesca preadatória e garantiu a implementação das APA do litoral paulista.

Secretário Xixo Graziano

Secretário Xixo Graziano

Esta é uma grande iniciativa do governo estadual, que deveria inclusive ser replicado pelos demais estados, como uma ferramenta para a recuperação dos estoques pesqueiros. No entanto, o evento de hoje significou apenas o começo, de um processo de implementação, que deverá garantir a efetividade da área para preservação.