Cientistas descobrem corais que vivem mais de 4.000 anos

corais-4000anos

Os resultados de cair o queixo estão relatados na edição desta semana da revista científica internacional “PNAS”. A equipe liderada por Brendan Roark, da Universidade Stanford, extraiu amostras de dois gêneros de coral, o Gerardia (que pode ser visto na foto acima) e o Leiopathes, que podem ser encontrados a profundidades que vão de 300 m a 500 m em águas havaianas. Esses invertebrados usam protuberâncias do solo marinho para se fixar e crescer.

Pois é, e ainda tem “gente” pensando em explorar petróleo no entorno do Banco dos Abrolhos – o maior banco de recifes de coral do Atlantico Sul.

É muita cara de pau, em tempos de aquecimento global, existir a intenção de explorar essa área pristina através do principal vetor da crise climática.

Anúncios
Explore posts in the same categories: ambientalistas, aquecimento global, áreas marinhas protegidas, é agora ou agora, Unidades de Conservação

Tags: , , ,

You can comment below, or link to this permanent URL from your own site.

5 Comentários em “Cientistas descobrem corais que vivem mais de 4.000 anos”

  1. Natália Queiroz Says:

    Olha eu não encontrei outra forma para conseguir falar isso para vocês, a não ser aqui.
    Eu sou de Fortaleza-Ceará gosto muito do trabalho do Greenpeace, e é por isso que eu tow pedindo a ajuda de vocês aqui. O Governo do meu estado junto com a prefeitura está aterrando praia daqui de Fortaleza, Beira Mar, para fazer uma porcaria de uma avenida com sentido duplo. Eu sou surfista daqui, e assim como os outros surfistas eu estou revoltada com essa atitude do governo, pois não é a primeira vez que eles fazem isso. Eles aterraram uma praia daqui e acabou com um dos picos de surf mais movimentados do Ceará. Bom o que eu tow fazendo aqui é pedir de alguma forma a ajuda de vocês para tentar impedir isso. Já que o orgão que era para ser responsável por isso não está nem aeee para o assunto.
    Fico na espera de uma ajuda ou até mesmo de um resposta. Valeu \o//

  2. baleleia Says:

    olá Natália: infelizmente não há muito o que o Greenpeace possa fazer nesse momento. Recentemente, passamos por fortaleza e deixamos por aí vários alertas ambientais,voltados principalmente para a criação de camarão em regiões de manguezal. Realmente é uma pena ver o que nossos governantes estão fazendo com o meio ambiente.
    Uma dica, é encontrar a ouvidoria pública e fazer uma reclamação formal.
    Exerça seu direito de cidadão.

    abraços
    leandra

  3. surf4ever Says:

    Legal essa notícia sobre os corais que vivem 4.000 anos. Sugiro que, se possível, informe o link da PNAS.
    Obrigado e parabéns pelo trabalho.
    Abraço,
    Gustavo

  4. Laura Says:

    Que cara de pau desses caras, heein?Em tempo de aquecimento global é preciso encontrar outras fontes de energia e não investir em uma já conhecida e que acaba com o planeta.
    Achei muito legal essa dos corais.Queria saber onde acho mais informações sobre eles…
    Greenpeace, acho o trabalho de você muito maneiro, e assim que eu conseguir maior-idade, podem ter certeza de eu vou cotribuir bastante com os projetos e dos alertas.
    Abração…

  5. Mamax Says:

    Olá , sou de fortaleza-Ce e estou totalmente preoucupada com o nosso futuro , qual a importancia do dinheiro comparado a nossa vida? De que serve o dinheiro se a nossa vida está ameaçada de extinção juntamente dos oceanos ? Qual a importancia de uma pequena quantia de petróleo comparado ao nossos oceanos? agora de que serve o dinheiro comparada a tanta ignorancia que o Homem tem quando se trata de natureza ? Eu achei o trabnalho de vocês uma otima forma de expressar as minhas opiniões , porque como eu tenho 12 anos de idade ninguém me ouve , então eu achei uma grande oportunidade de expor as minhas opiniões aqui , muito obrigada


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: