Um outro mundo é possível

Pela primeira vez participei do Fórum Social Mundial. O Fórum é um espaço aberto para debates de toda a sociedade civil.

Estão presentes aqui muitas organizações não governamentais, movimentos sociais, estudantes, professores de todos os lugares do Brasil.

Fiquei surpresa com o tamanho da programação, com a quantidade de eventos propostos, com a diversidade de assuntos e lutas. Você pode encontrar aqui desde o movimento das mulheres feministas até movimento da luta contra a escravidão. Aqui vale um parênteses. Eu achei que a escravidão tivesse sido abolida, mas passeando pelos estandes, fiquei sabendo que ela ainda ocorre em algumas fazendas no interior desse nosso Brasilzão, onde obviamente falta governança e presença do Estado.

Bom, não é para surpreender. Aqui no Fórum tive a oportunidade de assistir em frente ao barco do Greenpeace o filme Mataram a Irmã Dorothy. E aí sim, fiquei chocada. Isso me faz lembrar um pouco a história dos nossos dois ativistas japoneses que foram presos por denunciar a caça de baleias, que é um crime. Apesar de estarmos no século 21, ainda vivemos uma época de censura disfarçada, onde a sociedade ainda têm medo de expor e lutar por seus direitos. Medo de não poderem contar com os órgãos públicos em sua defesa, já que estes muitas vezes estão a serviço da ambição e da concentração de renda na mão de poucos.

Mas, essa indignação passa muito rápido e surge um pontinha de esperança quando se vê que quase 100 mil pessoas se deslocaram de suas cidades para vir até Belém e expor suas opiniões, aprender, buscar informações e levar essas informações de volta, gerando um efeito multiplicador.

O Greenpeace propôs vários seminários durante a semana do Fórum, e todos eles tinham pessoas saindo pela janela. O que eu achei muito legal, pois mostra que as 100 mil pessoas que decidiram vir para o Fórum, vieram engajados e com objetivo de se informar e sair daqui acreditando que outro mundo é possível.

Ontem também foi o dia da minha apresentação “áreas marinhas protegidas e o combate ao aquecimento global”. Eu não sabia muito o que esperar já que o principal assunto do fórum foi a preservação da floresta e seus impactos no clima. Mas a sala ficou lotada, com muita gente interessada em preservar os oceanos, tirando dúvidas e mais ainda, se indignando por que não temos ainda um grupo de voluntários em Belém. Passados 10 minutos, algumas pessoas interessadas já estavam trocando contatos para formar um novo grupo de voluntários.

Veja no blog do Greenpeace os depoimentos das pessoas que participaram. Obrigada Jorge e todos os que estiveram me dando força e apoio nesse dia.

Como diria o meu querido amigo Marcio Astrini além de tudo de interessante que tiveram os nossos open boats, o melhor era a simpatia e a disposição da nossa tripulação e voluntários.

Time de voluntários que segue embarcado para Fortaleza

Time de voluntários que segue embarcado para Fortaleza

Agora, parte do time segue para Fortaleza, que também promete muito trabalho e atividades para construir um outro mundo melhor com os oceanos limpos e saudáveis e maiores investimentos em energias renováveis.

É isso aí…. seguimos felizes pelo rio até chegar em nosso oceano. Afinal, SALVAR OS OCEANOS: é AGORA OU AGORA!

Muitas coisas aconteceram nesses dias todos…. e toda a equipe superou os limites do cansaço para receber mais de 7000 pessoas visitando nosso barco e levando para suas casas as informações sobre os problemas e soluções para o aquecimento global.


Anúncios
Explore posts in the same categories: aquecimento global, artic sunrise, é agora ou agora, expedição, greenpeace, oceanos, voluntários

Tags: , , ,

You can comment below, or link to this permanent URL from your own site.

4 Comentários em “Um outro mundo é possível”

  1. Marília Says:

    É isso aí Lelê… vc e a trupe por onde passam agitam esse povo brasileiro pra acordar e melhorar a situação do nosso país… Te espero aqui em Santos…
    Bjos baleiéticos

  2. dbambace Says:

    Ai que não vejo a hora!!!!
    bjuuuuu

  3. Edson Arrabal Says:

    Belo trabalho. Boa sorte à todos em Fortaleza.
    Edson Arrabal
    S.Paulo – SP

  4. Norbert Says:

    Hey man, last year you had blogged about our campaign to protect the endangered Olive Ridley Turtles from the Tata port. Thanks to the efforts of bloggers just like you, the Tatas are now talking to us. We believe we can win the campaign this year if we get enough of an online buzz going again. We have something big planned. To know how you could help out this time, just email me at nlincoln (at) in (dot) greenpeace (dot) org

    Hear from you soon!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: