Arquivo para novembro 30, 2007

Cruzando Equador parte I

novembro 30, 2007

Essa eu tenho que dividir com vocês! CRUZAMOS O EQUADOR….
Estamos cada vez mais próximo de nosso destino final. No momento de cruzar o Equador – dia 29 de novembro de 2007 – 11h50 da matina, estávamos todos na ponte de comando, esperando o OOo00´000.

E era a maior piada: “Ops, vocês estão vendo alguma coisa???”. É lógico que a supersticiosa aqui fez um pedido… hahaha vai que dá sorte. Hahaha
No mais, quando se cruza o equador acontecem coisas interessantes…

Vou ter que contar em posts diferentes, para mostrar mais fotos…

A primeira é que…

O redemoinho da água muda de direção. Sabe aquela “aguinha” que vemos escorrendo na pia do banheiro, cozinha… pois é quando estamos em um hemisfério ela gira para um lado, e quando estamos no outro, gira para o lado ao contrário.

Calma, calma, calma… não pensem que a Lelê, é louca… cientista sim, louca não (ás vezes, rsrsr). Isso foi comprovado pelo engenheiro francês maluco Gustave-Gaspard Coriolis. E, no século XX, esse processo passou a ser denominado FORÇA DE CORIOLIS. Aprendi isso quando estava fazendo um estágio em oceanografia, quando era universitária. Mas, agora, lá fui eu ao banheiro para comprovar a teoria.

E acreditem em mim, é a pura verdade…. a água gira ao contrário.

Cruzando o Equador parte II

novembro 30, 2007

Cruzando o EQUADOR – PARTE II


Calma, não se assustem, o dizer da camiseta é apenas para provocar Netuno. Tudo não passa de uma divertida brincadeira, que estarei contando abaixo.

A outra coisa… é que quando se cruza o Equador pelo mar, se passa por um tipo de cerimônia. E precisa estar MUITO preparado…

A história é a seguinte, quem nunca cruzou o Equador pelo mar, na vida, é chamado de POLLYWOG, e as pessoas que já cruzaram são chamadas de SHELLBACKS. Originalmente a tradição foi criada como um teste pelos marinheiros experientes para garantir que seus novos tripulantes seriam capazes de agüentar tempos de mares difíceis. Os Shellbacks são filhos de Netuno, mais confiáveis, e os pollywogs, são os asquerosos, que ainda não sabem nada de mar. O fato é, acontece tipo um trote, semelhante quando se entra na faculdade, e os pollywogs precisam se defender de alguma forma. Bom, eu sou pollywog, e comigo tenho mais 12 amigos. Faz 2 semanas que estamos provocando netuno e seus filhos. Hehehehe Já aprontamos várias.

Primeiro, começamos a colocar recados no quadro no estilo “NEPTUNE, KISS MY ASS”, ou “FISH ARE FOOD NOT FRIENDS”. Tudo para provocar os Shellbacks, que fazem 3 semanas estão se reunindo para decidir qual trote será dado. Depois, pegamos um rolo de papel higiênico e enchemos de recados para Netuno, com ameaças e provocações, em diversas línguas, e deixamos no banheiro. Na noite seguinte, demos folga ao cozinheiro, que é shelback, e junto com sua assistente pollywog, preparamos um super jantar, mas só para os pollywogs, e deixamos os shellbacks apenas com repolho, presunto, pães e comidas do dia anterior. Eles ficaram nervosinhos. Era como se fosse nosso último jantar antes da execução.

Ainda preparamos umas camisetas com dizeres, como se estivéssemos indo para a guerra.
Na verdade, tudo não passa de uma brincadeira muito divertida, você recebe um certificado e um nome de batismo de Netuno, e tem uma cerimônia…. mas faz parte da brincadeira esse clima de desconfiança, entre os shellbacks e pollywogs… é o tempo todo um brincando com a cara do outro. Divertidíssimo… faz 1 dia que cruzamos o Equador, e até agora ele não fizeram a cerimônia… com certeza querem nos pegar de surpresa. Já que dissemos que peixes são comida…Vamos ver o que vai rolar…
Muita emoção na cruzada do Equador….envio notícias assim que me tornar uma shellback!